O dia que o Elvis quebrou a unha (ou o “desencanamento” do sistema de saúde holandês

Mudar de país é aceitar que você vai passar por alguns choques culturais. Mais que alguns. Muitos. Não importa o quanto você ler sobre as diferenças, o quanto conversar com as pessoas, na hora que você estiver lá, vivendo a situação, vai ser um choque.

E hoje eu tive mais um dos meus, no meio de uma puta mini crise (pra mim foi uma crise imensa, mas acho que talvez eu tenha dado uma exagerada agora que a dose de whisky está fazendo efeito).

Acordei num lindo dia de inverno holandês, com sensação térmica de -14°C, neve no chão e um cachorro doido pra passear.

Quem assiste meus Stories no Instagram, viu a preguiça que eu tava de sair e o processo que é levar o Elvis pra rua quando neva. Precisa passar spray nas patinhas pro sal não machucar a pele, depois na volta precisa enxugar, limpar e passar mais spray pra hidratar a pele. Um saco.

IMG_5252
Imagina meu ânimo pra sair nessa neve

Bom, mas o cachorro precisa sair e lá fui eu com 8 camadas de roupa e a minha galocha com um furo embaixo pra levar o bichinho pra rua. Andamos, ele brincou na neve, correu no corredor do prédio, entrou em casa, botei ele deitado pra cuidar das patas e vi um fio de sangue em uma das unhas.

“FERROU, O ELVIS QUEBROU UMA UNHA E EU NÃO FAÇO IDEIA DE ONDE TEM UM VETERINÁRIO PERTO, NÃO TENHO CARRO PRA LEVÁ-LO ATÉ LÁ E NÃO SEI QUANTO VAI CUSTAR, MAS APOSTO QUE NO MÍNIMO UM RIM VAI PRO SACO!”

Agora, pausa pra explicação do meu desespero, há 1 ano estávamos com o Elvis no rancho, no interior do interior de São Paulo, em pleno sábado a noite de Carnaval e Elvis me quebra uma unha no cimento enquanto brincava. Vem correndo pra mim e me dá a pata sangrando pra “mamãe resolver”.

Imagina o drama que foi pra achar um veterinário de plantão numa cidade de 40 mil habitantes em que a gente não conhecia ninguém? Pois bem, liga, pesquisa, roda, estressa, achamos um cara num posto de gasolina que falou que tal veterinário fazia plantão. Ligamos, o cara falou que chegaria nuns 40 minutos pra atender o Elvis (já fazia umas 2 ou 3 horas que ele tinha machucado e a gente estava surtado).

Chegou, botou em cima da mesa, olhou, anestesiou, esperou a anestesia pegar, falou que provavelmente a unha não ia crescer mais (cresceu), arrancou a bichinha, cauterizou, passou pomada, enfaixou, prescreveu uma batelada de remédios, cobrou quase R$ 1.000 e mandou a gente pra casa. Injustiça eu não mencionar que também foi super atencioso e passou uma puta calma pra gente por estar fazendo alguma coisa pra tirar a dor do cachorro.

Agora, pausa de novo pra explicação do que já ouvimos sobre o sistema de saúde na Holanda (eu inclusive já mencionei ele aqui nesse post). Todo mundo fala o quanto os médicos holandeses são desencanados. Você tá lá morrendo de pneumonia e eles te dão paracetamol. Inclusive uma amiga minha diz que paracetamol aqui trata tudo, de câncer a unha encravada.

Se médico é assim, fiquei imaginando como deve ser os veterinários, né? Será que vão cuidar direito do meu cachorro ou mandar eu arrancar a unha em casa mesmo?

Então depois de pesquisarmos o veterinário mais perto de casa (o Marcelo, porque eu estava sentada no chão tendo a minha crise de desespero enquanto segurava a pata sangrando), lá fui eu andar 1,5km na neve com um cachorro mancando (chorando e pensando que no Brasil era só botar o bichinho dentro do carro) pra chegar no veterinário.

Chegando lá, fomos super bem atendidos, a veterinária sentou no chão do lado dele, arrancou a unha sem anestesia, enfaixou, deu uns analgésicos só pro caso de ele estar com dor nos próximos dias e em 20 minutos mandou a gente pra casa com um curativo pra não molhar na rua. Ah e cobrou € 38, o preço da consulta.

E sabe o que mais? Eu voltei mais 1,5km na neve pensando que os veterinários holandeses acompanham o estilo dos médicos. E que pra casos simples assim, eu até que prefiro esse jeito mais desencanado de tratar das coisas.

IMG_5251
Tirando um cochilo depois do stress e com o curativo verde água na pata

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s