Holanda, cheguei!

Quando eu comecei a pesquisar sobre morar na Holanda, eu achei um monte de gente dizendo que os holandeses são frios e muitas vezes mal-educados, que tem só 1 mês de verão no ano e que a burocracia é de tirar qualquer um do sério.

E aí eu vim. Duas malas de 32kg pra cada um, mais duas bagagens de mão pra cada um e mais uma caixa gigante contendo um pônei loiro de 40kg que pensa que é um cachorro.

Logo na chegada em Schipol (o aeroporto de Amsterdam) o Klaas, nosso anfitrião holandês, tinha tirado o dia do trabalho (plena terça-feira) e viajado mais de 100km pra nos receber e ajudar com aquela montanha de bagagens. Ele nos ajudou com todas as malas, fez a viagem de volta pra casa dele e tem cuidado de nós como se fôssemos parte da família, nos levando pra comprar ração pro Elvis, pra passear na Bélgica, pra nos registrarmos na prefeitura e pra arrumarmos um celular. Frio? Mal-educado? Onde? Eu tenho amigos de longa data que seriam menos atenciosos e eu provavelmente não seria melhor.

IMG_2484
Elvis e sua caixa em Schipol

E o clima? Bom, eu sei que é muito cedo pra falar, mas já estamos no final de agosto e eu só vi dias de céu azul. Tirei da mala os (poucos) vestidos e os (poucos) shorts que eu trouxe e estou aproveitando enquanto eu posso. Mas sobre essa parte a gente volta a falar em novembro, porque com certeza eu ainda vou tomar muita chuva por aqui.

IMG_2517
Clima horrível em Zutphen no final de agosto

Agora sobre a parte da burocracia, realmente tem umas regras diferentes do que no Brasil, como em qualquer país do mundo, né? Aqui todos, sejam holandeses, italianos, brasileiros ou tailandeses, precisam se registrar na prefeitura da cidade onde estão morando. No caso dos estrangeiros (mesmo aqueles vindos da EU) o primeiro registro gera o BSN, que é um número que mistura RG com CPF (tipo o social security number nos EUA) e que sem ele você não faz nada, abrir conta em banco, alugar um apartamento, contratar um plano de saúde, pagar imposto por ter um cachorro, nada sai sem BSN (assim como no Brasil você não faz nada sem CPF).

Pra aqueles que leem o blog pra ver se acham alguma informação útil além da minha tagarelice, vou explicar esses pontos melhor.

Se você for ficar na Holanda por mais do que 3 meses, precisa fazer o seu registro na Gemeentehuis (a prefeitura), apresentando seu passaporte (no meu caso, já com o MVV – o visto provisório), certidão de nascimento traduzida pro inglês ou pro holandês e apostilada (e se você for casado, a de casamento também). Além disso, você precisa comprovar a residência, então o Klaas foi com a gente pra assinar que estamos ficando na casa dele. Formulários preenchidos e documentos apresentados, nosso BSN deve levar cerca de 1 semana pra chegar pelo correio.

Além disso, na Holanda é obrigatório que você tenha um plano de saúde, essa história de SUS não rola por aqui. Esse plano vai cobrir as suas despesas médicas e, se você for pego sem um, paga multa. Eu não sei bem como funciona a contratação, porque um dos requisitos da faculdade pra entrar com o meu pedido de visto foi que eu já tivesse um plano e a opção de contratar através deles era bem barata, então eu nem fui atrás de outros. Mas se você vier morar aqui, vá logo atrás de um.

Agora, pagar imposto por ter cachorro? Sim, eu não sei exatamente o valor, porque preciso primeiro do meu BSN pra poder pagar essa taxa, mas me disseram quem é por volta dos € 55 por ano aqui na cidade onde eu estou morando (é uma taxa municipal). E eu pago com gosto, sabe por quê? Porque a Holanda é o primeiro país do mundo sem cães abandonados sem sacrificar nem um bichinho.

Enfim, nessa primeira semana nós conseguimos nos instalar, desfazer nossas malas, dar entrada nos documentos que precisamos, ir conhecer a cidade onde eu vou estudar (fica uns 15km de onde estamos morando), comprar chips de celular daqui e fazer um bate e volta na Bélgica.

Eu sei que ainda estamos naquela fase de nos conhecermos melhor, em que cada um mostra só as qualidades, mas até agora a Holanda está se mostrando uma bela de uma xavequeira!

IMG_2659
Um brinde a nossa primeira semana!

3 comentários sobre “Holanda, cheguei!

  1. Pingback: Perfeição – Subi nas Tamancas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s